16 de dez de 2011

amor

audácias
mais audácias
sempre audácias
atrevidos
mais atrevidos
sempre atrevidos
insubordinados
mais insubordinados
sempre insubordinados
desafiantes
mais desafiantes
sempre desafiantes
Loucos
mais loucuras
Sempre loucos
confiantes
mais confiantes
sempre confiantes
novo
de novo
sempre
novo
vivo
mais vivo
sempre vivo
impossíveis
mais impossíveis
sempre impossíveis
utópicos,
mais utópicos
sempre utópicos
humildes,
nunca humilhados
sempre humildes
rés-do-chão
mais rés-do-chão
sempre rés-do-chão
solidários,
mais solidários
sempre solidários
safados
mais safados
sempre safados
esboço
mais esboço
sempre esboço
revolucionários
mais revolucionários
sempre revolucionários
comum
mais comum
sempre comum
sul
mais sul
sempre mais sul
alegrias
mais alegrias
sempre mais alegrias
criação
mais criação
sempre mais criação
porque
já basta de centros
aristocráticos
aristográficos
linguísticos
financeiros
comunicacionais
epistemológicos
egóticos
tecnológicos
humanísticos
parentais
grupais
eternos
eventuais
econômicos
religiosos
étnicos
heterossexuais
bélicos
imperiais
regionais
locais
culturais
tretais

amor
mais amor
sempre amor

13 comentários:

Lícia Dalcin disse...

Mais? Animais estivais que cantais!
Carnavais! Queremos a conjunção do caos e do cais. Menos o que somos pequenos no tanto que somos mais. Animais estivais amai mais.

Fiel à tua poesia INcanDEsCENTE. Maravilha na bulha encoberta por tanta gente. Só não sei se aí as luzes se apagam ou se acendem. Não consigo viver sem um segredo inviolável.

Bj

Lícia

São disse...

A sua poesia continua de excelência.

Lhe desejo alegres festividades, amor e paz no Natal e um 2012 mais feliz do que 2011.

Fred Caju disse...

Demais,
quero mais,
sempre mais!

Ira Buscacio disse...

Muito bom
Bom
Sempre bom
Adorei!!!!!!!!!!
Bj

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Caro amigo

Hoje minha visita é para agradecer
o presente que é para mim
a sua amizade,
e também desejar
um maravilhoso Natal,
onde possas encontrar nestes dias
ainda mais inspiração
para a alegria de ser feliz,
e para o milagre de fazer
quem passa por tua vida feliz.

Que o teu olhar seja a mais perfeita
luz do Natal a enfeitar o mundo.

Dauri Batisti disse...

Absoutamente belo
sempre mais
beleza
Beleza é o que falta
Escreve mais

Desnuda disse...

Boa noite Luis,

"amor
mais amor
sempre amor"


Bonito demais, mais que demais, Luis.

Beijos com carinho e Boas Festas para você e familiares.

São disse...

Venho desejar-lhe feliz 2012.

São disse...

Espero que continue a nos deliciar com sua poesia neste ano que hoje começa e lhe desejo bem feliz!

Abraço por sobre o mar.

Renata Bomfim disse...

Eita Luis, que belezura de poema "amor sempre amor"... adorei isso! Um feliz 2012 pra você e toda a sua familia
abraços
renata

Nestor disse...

Ao mestre,
um bom ano
Com carinho.

Abraços do Nestor

Renata Bomfim disse...

Que maravilha de poema Luis!
OLha, estou indo para a Nicarágua, o portunhol é do cão mas estou super animada!
Abraços
renata

María disse...

Una bella poesía, muy bonita.