19 de nov de 2012

LUTO


o mundo observa
as Reich
telas
de
televisão
computação
sensação
estilização
rostificação
enquanto Israel se torna
cada vez mais
o principal
anti-semita
de si
de nós
mesmos
infernizando
irradiando
dizimando
atomicamente
o judaico povo atual:
o palestino,
tão ao vau
como
o hebraico povo
haitiano
somaliano
líbio
sírio
pois todo povo
sendo diferente,
é igual
no laboratório
da holocáustica
Faixa de Gaza
A câmara de gás
Do faraó sionismo
Impõe o milenar êxodo aos judeus
palestinos
Sob a proteção do nazismo
Europeu
Estadunidense
Oligárquico
Enquanto observamos as telas
da
enganação
danação
violação
manipulação
reificação
O Hitler Benjamin Netanyahu
Mandará matar esta menina
Palestina-antes-judaica
Yasmin,
6 anos
vejam
de fora do seu soss-ego
pois já mandou matar
olhem
(de dentro da outrora
homo sacer
abandonada
escravizada
hebraica
vida nua)
sua mãe, Yolanda,
calcinada
assassinada
por fósforo branco
olhem
lançado de um míssil
de
racismo
idiotismo
elitismo
egoísmo
anti-semítico
Hellfire

Mãe e filhas dizimadas pelos
Primeiro
Segundo
Terceiro
Totalitarismos
Da
Genocida
Suicida
Infanticida
Ocidentalização
Capitulação
Usurpação
da mundial
palestina
aqui
ali

multidão


Tanto mais semítica
a judaica/nazista
ocupação
tanto mais
britânica
francesa
holandesa
alemã
portuguesa
espanhola
corporativa
americana
foi e é
o sistema
de bens
de trens
de vinténs
de heféns
da colonização
da humilhação
da imposição
da destruição
da capitalista
ocidentalização

pois o palestino
é o semítico
povo
destinado
escolhido
como o povo
por si

povo
anti
anti-semita
pois
o palestino
é o semita
povo
xiita
sunita
budista
povo
de
povo
sempre
de
n-ovo

por isso
ao matar
palestinos
o anti-semitismo
israelense
mata
o em si
povo
de
si
mata o judeu
povo
povoado
de
êxodos
anti
anti
mítico
balístico
logístico
místico
anti
anti
semítico


atando
no presente
da ordem
Obama
da desordem
de bombas
o futuro
do povo
fora
de
si
de
ti
de
mim
matando
o olhar
de
Yolandas
e
Yasmins
o povo
por
vir

5 comentários:

Toninhobira disse...

Muito bom seu grito indignado reflexivo e conclusivo da intolerancia ignorante que assola uma faixa e todo mundo se cala, como se fosse problema dos outros. Excelente inspiração da dor que sangra.
Grato por me trazer aqui,gostei,gosto dos que se rebelam a toda forma de opressão,intolerancia e covardia.
Meu abraço amigo.

Ira Buscacio disse...

Fico me perguntando: Como um ser tão biológicamente perfeito pode abrigar uma alma tão deformada?
Nossa história é uma cartilha de vergonhas, que a imbecilidade insiste em rezar.
um abç, poeta

Everson Russo disse...

Sempre haverá espaço a um desabafo meu amigo...bela postagem,,,abraços e um belo dia pra ti.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Caro amigo

Os donos
do mundo
sempre
encontram
uma forma
de repetir
a história
e atribuir
aos oprimidos
uma culpa
talvez por existirem
e acreditarem
na liberdade.

Que amar seja para ti
o objetivo de cada instante.

Cecilia sfalsin disse...

Ahh, como a nossa alma é gritante mediante as injustas realidades do mundo não é mesmo? Sinto em sua poesia o cantar da justiça e o lamento do que não vemos.....

Grande beijo e estou aqui retribuindo sua saudosa visita em um dos meus blog....Sejas sempre bem vindo...:) e obrigada